Vale pra ti a marca de 3 dúzias?

Uma dúzia é o equivalente a 12 unidades de um item de mesma natureza.
São 12 os meses do ano; são doze os ciclos lunares durante um ano solar; foram 12 os discípulos de Jesus.
Por que não foram 11 ou 13 os discípulos escolhidos? Teria o número 12 algum significado místico? Cuidado!
Na numerologia cada número tem um valor distinto e cada letra corresponde a um número, o que pode fazer pessoas, inclusive, mudar o nome, acrescentando uma letra ou repetindo uma, para que no somatório alcance um número que lhe inspire sorte, sucesso, poder, e por aí afora.

Por mencionar numerologia,
– tem a Cabalística, das ciências esotéricas, à qual pessoas recorrem para saber sobre sua vida pessoal, amorosa, financeira, combinando letras do seu nome e a data de nascimento, e
– tem a Pitagórica, essa que profetiza nossa missão, dificuldades e virtudes.
É bem possível que alguém já tenha lido sobre seu futuro prognosticado pelo número de linhas e o sentido delas na palma da mão.
Outros poderão ter vivenciado uma situação em que “A cigana leu a sua mão”.
Crenças, crendices, estudos baseados em suposições, atrelados talvez, até, a estrelas e constelações. Cuidado!

Sim, cuidado porque a Bíblia não dá espaço para essas elucubrações, nem dá certeza para um sentido maior para os números 7, 12 e 40. Claro que as repetições desses números nos faz pensar, quanto mais lermos e estudarmos a Bíblia. Cuidemos para não dar mais valor a um número do que ele de fato representa.
Mas o nosso tema é a dúzia, não a dúzia de frade, mas a dúzia de doze.

Biblicamente o número doze é o símbolo da plenitude. Se foram 12 discípulos, não foram sempre os mesmos, mas foram 12, sim. O dia tem 12 horas, e a noite também tem 12, assim como ano tem 12 meses e não precisa mais do que isso, porque contempla 12 ciclos lunares. São conveniências formadas e firmadas em séculos passados.

Então com essa pesquisa chegamos a um número que é ímpar:
– o número 3 que
multiplicado por 12, nos dá
a idade de 36 anos da Borkenhagen Contabilidade.
O nosso sucesso não decorreu do início no mês 12, nem teve 12 clientes para iniciar, mas 5 clientes iniciais, em 02 de abril de 1983.
Desses 5 clientes iniciais, ainda sobrevive apenas um e ele continua sendo nosso cliente: a Melodia Instrumentos Musicais, à Rua Rui Barbosa, do Sr.Walter e da Da.Zélia.

Quando, em 2017, inauguramos a nova sede à Av.Doutor Damião, representantes de três clientes que ingressaram em 1983 estiveram presentes.
Isso para os demais clientes pode simbolizar algo nada místico, mas sim a prova de satisfação pelo serviço que recebem.

Somos gratos aos dirigentes de todos os empreendimentos que já passaram pela Borkenhagen, e somos ainda mais gratos a todos os que estão atualmente entre nossos clientes.
Quem, por alguma desventura, faliu, quebrou, não teve a melhor administração, deve lembrar que sempre procuramos lhe dar a melhor orientação.

Temos motivo de sentir orgulho da atual Equipe, sem demérito aos que já cumpriram seu tempo conosco, mas conclamamos a todos os membros serem “águia”, pois não queremos membro tipo “galinha”.
Aqui é preciso estudar, estudar, estudar, se aperfeiçoar para o cliente agradar!

Edvino Borkenhagen

Coluna Mensageiro – Registro 0123526, 18/08/2003 – Títulos e Documentos
Publicada em 05/04/2019 no jornal Gazeta Diário – Ano XXI – Mensagem 1.080

BORKENHAGEN 36 ANOS  DE GRATIDÃO A DEUS, AOS CLIENTES E À EQUIPE!

 

Deixar uma resposta