Um time que perdeu o rumo?

A esquerda está totalmente perdida e não sabe disso
"É muito triste que nenhuma ala da esquerda brasileira como a comunista,  a trotskista, a chavista, a castrista, a extremista, nenhuma conseguiu se destacar nesses dez meses, positivamente.
Nenhuma  propôs  medidas alternativas a não ser [ficar] contra tudo o que esse governo fez ou propôs.
Nenhum  economista de esquerda  sugeriu como ativar esse marasmo na economia, por exemplo, ampliar prazo de impostos, financiar capital de giro e não apresentar as propostas de sempre como gastar mais em educação e outros gastos de governo.
Isso é um desserviço à nação e à democracia: 90% de nossos intelectuais gastando nosso dinheiro com os tweets do
Bolsonaro.

A esquerda está tão preocupada com esses tweets que nem percebe que a equipe de governo está trabalhando celeremente para consertar esse país, e que a economia vai bombar em 2022, ano da eleição.
Aí, a mídia social irá mostrar todo esse ódio diário da esquerda, que só ficou criticando o português do Bolsonaro, e suas frases polêmicas. Eu o sigo, mas o que leio parece ser diferente.
A esquerda não está nem se preparando para o novo Brasil que está surgindo, e que terão de superar, com propostas de continuidade e crescimento ainda mais rápido se quiserem voltar.
Como superar um desemprego zero ou quase zero em 2022?
Ou, [como] explicar por que o Bolsa Família não dava o décimo terceiro salário, que o PT negou por 16 anos, apesar de ser uma conquista social?
Ou, por que não fizeram a Reforma da Previdência e o saneamento do Estado?

Em  vez da esquerda se aprimorar, reciclar, aprender, e ser mais ligada ao mundo real, continua com esse discurso de ódio que já enche a nossa paciência, tanto que ninguém mais Iê, acreditem, so a esquerda se autoalimentando num suicídio coletivo.
Acho que Bolsonaro está fazendo tudo isso de propósito, militar que é, despistando o inimigo, desviando fogo inimigo do estratégico.
Concentrem-se no que o segundo  escalão está fazendo como o Salim Mattar, o Paulo Uebel, o Marcos Mendes, o Paulo Guedes, o Ricardo Salles, e muitos mais.
Vejo muitos dos meus sonhos de Administração Responsável das Nações.
Uma equipe finalmente, todos do  mesmo partido, trabalhando juntos, de forma coordenada, pensando em  objetivos e não em eleições. Uma equipe que está atraindo nossos melhores funcionários públicos afastados pelo PT que colocava seus companheiros sindicalistas.                                            
Deixem o Bolsonaro enlouquecer a esquerda, tirando o foco deles, em vez deles se prepararem para o que terão que enfrentar em 2022. Deixem a esquerda perder seu tempo  com os filhos de Bolsonaro, do que entrevistar seus poucos economistas, ainda não investigados, de como o  PT arrumará o capital de giro que pode faltar de 2020 em diante (Não vai faltar, espero que até lá a     
ficha caia.).
Bolsonaro fala demais porque não tem o que fazer. Mas tudo isso tira o foco da esquerda daquilo que eles deveriam se preocupar.
E não vão".

Artigo de Stephen Kanitz publicado em 29/10/2019
Postado em 02/11/2019

BORKENHAGEN 36 ANOS – RESPEITANDO A AUTORIDADE E PROPAGANDO O BEM!

 

Deixar uma resposta