Minhas avós foram; a mãe e a esposa são!

Coluna Mensageiro
– Minhas avós foram mulheres abnegadas, tementes a Deus, dedicadas;
minha mãe é mulher e continua sendo temente a Deus, dedicada no Coral dos Idosos e tem uma tremenda dedicação para com trabalhos manuais com crochê;
minha esposa é mulher, é temente a Deus, é cozinheira de “mão-cheia”, é ‘boleira’ com receitas próprias, é educadora, pois tem sido atuante na educação dos 5 filhos e dos 3 netos, e não pretende se entregar tão cedo, apesar de alguns atrapalhos na área da saúde;
e minhas noras, são mulheres, e tem na sogra um exemplo de mulher submissa a Deus, e tem na família a oportunidade de colaborar com seus talentos.
E minhas netas?
Ah, uma é adolescente, menor impúbere, que um dia (quando chegar o dia) também se tornará uma mulher , e tenho certeza que poderá atuar para salvar vidas,
e a outra, na puberdade, é menor impúbere, dotada de talentos nas artes gráficas, onde poderá aplicar os conhecimentos a agregar ainda na área de TI, a qual também, um dia (quando chegar o dia) se tornará mulher.
Sim, e as filhas?
As filhas, também são mulheres e, pelo conhecimento e profissionalismo de cada qual, se afirmaram na área em que atuam, desfrutando de respeito diante das pessoas que usufruem de seu trabalho.

Soa estranho isso para os da ‘ideologia de gênero’, não é?!
Esses que querem destruir a família, que pensam que poderão herdar o céu, mas se manifestamente se dedicam a ridicularizar a obra de Deus, como podem querer alcançar a vida eterna?
Para esses, na Bíblia, no Alcorão, na Torá, devem constar sentenças bem severas, quanto à sua vida no pós-morte;
seu destino poderá não ser tão agradável.

Então neste ano 2020 o Dia da Mulher cai justamente
num “Dia do Senhor”,
num Dominus Dei,
num Domingo.
Efetivamente a Mulher merece poder comemorar essa data, sem ser tratada como objeto
por alguns maridos,
por alguns empregadores, ou
por alguns legisladores.


Crédito para a foto: Sarah Pflug do Burst

Lindo texto que nos foi enviado:
Vc é mãe,
Vc é mulher,
Vc é filha,
Vc é o despertador,
Vc é a cozinheira,
Vc é a empregada doméstica,
Vc é a professora,
Vc é a garçonete,
Vc é a babá,
Vc é a enfermeira,
Vc é uma trabalhadora braçal,
Vc é a agente de segurança,
Vc é a conselheira,
Vc é  o edredom,
Vc não tem feriados,
Vc não tem licença por doença,
Vc não tem dia de folga,
Vc tem trabalho dia e noite,
Vc pode ficar de plantão o tempo todo,
Vc não recebe salário e…
ainda escuta a frase… "Mas o que você faz o dia inteiro?"

Dedicado a VC mulher que dá sua vida pelo bem estar de suas famílias.

Mulher é como sal – Sua presença, por vezes, não é lembrada, mas sua ausência faz todas as coisas ficarem sem sabor!

Dedicamos
a todas as mulheres encantadoras que já trabalharam na Borkenhagen;
a todas as mulheres que já foram, e às atuais, clientes da Borkenhagen;
a todas as mulheres que já ensinaram alguém da Equipe;
a todas as mulheres que dividem o lar com um dos membros da Equipe;
a todas as mulheres que atuam na Equipe;
a todas as mulheres que lêem a Coluna Mensageiro (e às que não sabem ler);
e a todas as mulheres que tenham algum vínculo familiar, de amor ou de afeto com algum membro da Equipe Borkenhagen!

Feliz Dia da Mulher!

Edvino Borkenhagen
Por sugestão de Sueli Barbieri, da ACIAC

Coluna Mensageiro – Registro 0123526, 18/08/2003 – Títulos e Documentos
Publicada em 06/03/2020 no jornal GDia – Ano XXII – Mensagem 1.128

Crédito para a foto: Sarah Pflug do Burst

BORKENHAGEN 36 ANOS  TRATANDO A MULHER COMO CRIATURA DE DEUS!

 

Deixar uma resposta