Como podes deixar teu pai contente?

Coluna Mensageiro
Contente?
Está contente uma pessoa quando ela tem suas vontades, seus desejos, suas aspirações, ou até exigências, atendidas, e isso lhe propicia um sentimento de alegria.
Então como deixar o pai contente, digamos, principalmente neste Dia dos Pais?
Claro que nos limitaremos a falar dos pais que ainda vivem, sem menosprezar os que contrariam ensinamentos bíblicos e se dirigem a mortos.

pai que poderá ficar contente, se:
– ganhar uma camisa nova;
– ganhar uma cinta nova;
– ganhar uma viagem a um local desconhecido;
– ganhar tralhas novas pra pescaria;
– puder ver filho/a receber seu diploma;
– receber o perdão de filho que se ofendeu;
– ganhar uns litros de bebida de seu gosto;
– ganhar umas cervejas que não experimentou;
– ganhar umas taças diferentes para cerveja;
– ganhar uma toalha do time preferido;
– receber a notícia da gravidez da filha;
– for comunicado que filho vai noivar;
– tiver junto de si, filhos, agregados e netos;
– viver a união e a paz em sua família;
– tiver filhos que venham a seguir sua profissão;
– for convidado para almoçar fora, com filhos;
– ganhar um selim novo para sua bicicleta;
– um filho assumir seu plano de saúde;
– tiver bom convívio com quem trabalha;
– tiver filhos, com frequência à sua mesa;
– vir cada filho ter um teto digno e com paz;
– vir filhos e familiares frequentando a igreja;
– souber que a família lê a Palavra de Deus;
– puder se locomover com as próprias pernas;
– ouvir todos os dias: “Bom dia, pai!”;
– ouvir com frequência: “Bênção, pai!
– sentir o carinho e o abraço de filhos;
– vir filhos não se envergonhar de o beijar;
– tiver filhos a lhe empurrar a cadeira de rodas;
– receber convite de filhos para um piquenique;
– tiver netos (filhos com açúcar) em seu colo;
– puder prestigiar a graduação de netos;
– vir filho buscar, na Internet, dicas de aprender;
– vir os filhos bem sucedidos/encaminhados;
– tiver filhos com caráter exemplar, vindo do pai;
– vir filhos valorizar o legado, não a herança;
– tiver filhos a ajudá-lo a embelezar o jardim;
– filho lhe descascar uma fruta, se a mão tremer;
– filho lhe ajudar a pagar a conta da farmácia;
– filhos tiverem uma foto do pai em sua casa;
– filhos não se esquivarem de visitá-lo na doença;
– tiver saúde para dispor-se a ajudar os filhos;
– vir filhos o respeitarem se estiver acabrunhado;
– filhos gostarem das músicas da sua juventude;
– filhos verem nele um genitor, não um reprodutor;
– filhos lhe ajudarem com novas tecnologias;
– a visão e a audição não lhe faltarem;
– seus sucessores seguirem a fé que professar;
– ouvir filho dizer: “És o melhor pai do mundo!”;
– filhos respeitarem a mãe que o tornou “pai”; e
– puder preservar a “família” como o maior presente de Deus: pai, mãe e filhos, com submissão ao Deus Criador, Amoroso e Misericordioso!

Leitor, leitora, internauta, que nos acompanha, ou que nos lê por primeira vez, tenha certeza de que é fácil deixar contente um pai que se ama!
Não se deixe abalar por comerciais que deturpam o valor da família instituída por Deus!

Feliz DIA DOS PAIS!

Edvino Borkenhagen
Foto: Shopify Partners do Burst

Coluna Mensageiro – Registro 0123526, 18/08/2003 – Títulos e Documentos
Publicada em 07/08/2020 – Ano XXIII – Mensagem 1.150

BORKENHAGEN 37 ANOS  VALORIZANDO A TODA A CRIAÇÃO DIVINA!

 

Deixar uma resposta