E se danaram os Contadores!

Coluna Mensageiro
Se danaram, mas estão no ramo porque gostam do que fazem!
Mas não só os Contadores se danaram, pois os Técnicos em Contabilidade também se danaram, bem como os auxiliares e/ou responsáveis pelo Departamento Pessoal se danaram.
Mas que danação é essa?

Pra quem prestou um pouco de atenção a o que vinha sendo noticiado pela imprensa durante essa 'pânicodemia', deve ter percebido que, volta e meia havia uma medida provisória, um decreto ou uma ordem de serviço, seja ela federal, estadual ou municipal, publicada, mudando procedimentos, criando novos direitos, alterando outros, criando linhas de crédito, reduzindo burocracia, no intuito de melhor atender o cidadão, o empregado, o prestador de serviço, o empreendedor, para não sucumbir a economia, para não criar dificuldades maiores nas famílias, e assim por diante.

Quem vinha, e vem, atuando na elaboração da Folha de Pagamento sabe muito bem a urgência com que os novos textos legais tinham que ser lidos, interpretados e aplicados, para que nem clientes empregadores ou seus empregados, nem clientes pessoa-física ou seus auxiliares, fossem prejudicados ou deixassem de tomar conhecimento de alguma alteração legal.

Pandemia tem tradução nos dicionários, mas a 'pânicodemia' se aprende a perceber, a entender, no decorrer da pandemia.
Muitos clientes se abasteciam com notícias das mídias, da imprensa, a que tinham acesso, mas não se davam conta de que alguns dos emissores não tinham lá muita responsabilidade em trazer a notícia com o real significado, a deturpavam para, de alguma forma, atender a seus propósitos e não os da Nação.

Diversos tributos e contribuições tiveram o vencimento postergado.
O Governo abriu mão de receber os impostos por determinado tempo, passando a receber tais valores em data futura; tabelas, planilhas foram elaboradas e disponibilizadas aos clientes.
A Escrita Fiscal e a Contabilidade tinham que estar, e ainda continuam, atentos às medidas legais e orientar os clientes.
Se danaram lendo, interpretando, preparando planilhas, preparando orientações, postando informações rápidas, concisas, ou orientações mais amplas, com uma dedicação talvez antes nunca exigida.

A BORKENHAGEN, por exemplo, a cada pouco postava uma orientação no Status via Whatsapp, ou no Facebook, ou no Instagram, ou em seu sítio (site) na Internet para, da melhor, ou de alguma, forma poder alcançar os clientes, para tranquilizar os clientes, pois aqui estavam, e estão, em boas mãos.

Nesta Semana do Contador, comemorada na semana seguinte à Semana do Cliente, usamos este espaço para reafirmar nosso slogan, desde a comemoração de nosso ¼ de século, o qual diz:
BORKENHAGEN – Desde 1983 contabilizando sonhos e fatos. Traga os seus!”.
Somos gratos à confiança de inúmeros clientes que aprovam nosso serviço, justamente porque acolhem nossas orientações e atendem nossas solicitações e, algumas vezes, nossas exigências, justamente para não terem problemas contábeis, financeiros, econômicos, societários ou fiscais.

Nós reconhecemos o valor de cada cliente, por isso celebramos o Dia do Contador com alegria, no compromisso de sempre melhorar!

22 de Setembro – DIA DO CONTADOR

Edvino Borkenhagen

Coluna Mensageiro – Registro 0123526, 18/08/2003 – Títulos e Documentos
Publicada em 25/09/2020 – Ano XXIII – Mensagem 1.157
Leitura crítica antes de publicar, por: Sintia Simonia Luiz Offmann Tonello

BORKENHAGEN 37 ANOS  EM CIMA DOS FATOS PARA BEM ATUAR, E ORIENTAR!

 

Deixar uma resposta