(45) 3028-6464

Avenida Doutor Damião, nº 62 - América

Será que todas as alianças trazem bem?

Coluna Mensageiro
– Quando o povo mencionado na Bíblia caiu em tremenda devassidão, não mais obedecendo os 10 Mandamentos, Deus, como registra a Bíblia, chamou Noé para construir uma grande embarcação e nela introduzir Noé e sua esposa, e os 3 filhos deles, com a respectiva esposa, além de casais de animais, para preservar as espécies.
Deus fez chover forte, mas tão forte que a água cobriu a terra onde havia civilização naquela época e matou a toda a gente existente, exceto os que estavam na arca.
Depois que as águas baixaram Deus fez uma aliança com os remanescentes: Colocou no céu o arco-íris como sinal de que não mais destruiria sua criação através de chuva.

Quando o povo mencionado na Bíblia estava a construir um alta torre, mas tão alta que o fizesse ser admirado pelos demais povos e que alcançasse o céu, Deus desceu e confundiu o povo fazendo surgir um enorme número de línguas antes não faladas, para que o povo não se entendesse.
Assim, o povo parou de construir a Torre de Babel, e se dispersou, num interessante êxodo para diversas regiões, de acordo com a língua que falavam!

Quando Deus escolheu Abrão e Sarai para deles fazer um grande povo, mas isso, para Abrão demorou demais, ele resolveu ter um filho com a criada, porém Deus interveio, mudando os nomes para Abraão e Sara, lhes dando um filho, com o qual fez uma aliança e foi instituída a circuncisão como sinal, na carne, dessa aliança de bênção perpétua.

Um dia surgiu Jesus, daí outra aliança foi selada por Deus para preservar a todos que nele cressem como o Salvador prometido, a qual foi pelo derramamento de sangue para perdão de pecados. A descendência anunciada virou corpo, a igreja. A igreja se espalhou pelo mundo e Deus (acreditam os cristãos) vem mantendo a promessa e fazendo valer a aliança.

Quando macho e fêmea, como Deus os criou, se unem, se casam, colocam aliança no dedo anelar como sinal de compromisso mútuo, enquanto houver vida em ambos. A aliança de Deus envolve santificação, obediência e serviço para a glória do Reino de Cristo. Na aliança com Deus temos o poder da união divina e inquebrável. Alguém disse: “Tenho uma aliança com Deus; sou abençoada, amada, protegida, aceita e valorizada. Estou aqui, sou serva do Senhor!”. O maior prazer que um cristão pode ter na vida, é ele colocar seus dons à disposição do Senhor Jesus.

Resumindo: A aliança que pessoas usam é um objeto circular de metal caro, que não tem começo nem fim, e se usado para demonstrar à sociedade que aqueles que a usam estão comprometidos, também, e principalmente, testemunham que o amor de Deus é infinito.

Deus ainda faz outras alianças, com pessoas, a princípio não comprometidas entre si pelo casamento, mas Deus traça um plano para fazê-las atuarem a seu favor, permitindo-lhes a aproximação, inicialmente profissional e, então, mais pessoal. Essas pessoas também podem definir uma aliança para mostrar entre si que aceitaram o plano de Deus, para elas.
Isso é muito sublime e não é a qualquer um que Deus permite entender esse plano, essa aproximação. Essas pessoas, enquanto agirem dentro do que Deus planejou para elas, terão sua bênção e valorizada sua aliança, para o bem.

TENS UMA ALIANÇA QUE TE COMPROMETE?

Edvino Borkenhagen

Coluna Mensageiro – Registro 0123526, 18/08/2003 – Títulos e Documentos
Publicada em 03/02/2023 – Ano XXV – Mensagem 1.280
Leitura crítica antes de publicar, por: Fernanda Alice Estevam

BORKENHAGEN 39 ANOS  VALORIZANDO COMPROMISSOS DIGNOS!

 

2 respostas

  1. A aliança representa um pacto, uma promessa, um compromisso sério e responsabilidade entre ambas as partes com a relação que possuem.
    Quando casais vivem juntos há muitos anos e nunca trocaram alianças, não significa que não se amam, ou será que fogem da responsabilidade?
    Quem nunca sonhou com uma aliança no dedo né?
    Pois é, a minha aliança que carrego, foi Deus que providenciou pra mim, e o significado só importa a Ele; muitos nem entenderiam!
    Mas posso afirmar que é o Amor mais puro e verdadeiro que eu vi e senti em toda minha vida!
    Elveni Arnhold – Terapeuta Reiki, Constelação e Barras Access
    Nova Santa Rosa – PR

  2. Quem cursou o Ginásio, ou o 2º Grau, tomou conhecimento da Tríplice Aliança, entre Brasil, Argentina e Uruguai, para combater o Paraguai, de 1864 a 1870, na época comandado por Francisco Solano Lopez.
    Também tomou conhecimento de outra Tríplice Aliança, entre Alemanha, Áustria-Hungria e Itália, em 1882, para isolar diplomaticamente a Rússia e a França.
    Depois houve a Tríplice Entente entre Reino Unido, a França e a Rússia, com relativas diferenças entre si, mas que se uniram, em 1890, para querer enfraquecer a Alemanha com sua política mundial.
    Todas as ALIANÇAS vistas resultaram por briga por poder; países com desavenças, mas que se uniram com o propósito de não deixar crescer aquele que era seu alvo.
    Eu não posso te ver crescer, eu tenho que te combater!
    Isso se chama AUTOFAGIA, como lembrou Wádis Benvenutti!
    Edvino Borkenhagen
    Integrante da Equipe BSC

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *